Sabrina Carpenter Brasil

Bem-vindo à sua primeira e maior fonte de notícias sobre Sabrina Carpenter no Brasil. Estamos aqui para manter vocês informados sobre tudo o que acontece na carreira da Sabrina. Esperamos que aproveitem todo o conteúdo que o site tem a oferecer. Sinta-se livre para comentar nas nossas postagens e visitar nossa galeria. Não esqueça também de nos seguir nas redes sociais para ficar atualizado 24h por dia!
10
maio
21

Sabrina Carpenter é a capa da InStyle México de Abril

Sabrina Carpenter estampou a capa da revista InStyle México do mês de Abril, e concedeu uma entrevista exclusiva na qual falou tudo sobre a evolução de sua carreira, a música, sua experiência com ela e sobre nunca desistir de seus sonhos. Confira abaixo toda a matéria traduzida pela nossa equipe, vídeos do ensaio fotográfico e um breve jogo de perguntas, assim como o ensaio fotográfico realizado pela revista e seus respectivos scans:

A CELA DE UM CORAÇÃO SELVAGEM

Sabrina Carpenter sabe como prender nossa atenção. Inteligente, talentosa e com uma personalidade cativante, a atriz e cantora (que acaba de lançar “Skin”, um das canções que você colocará para repetir) está na hora e no lugar certo. E assim como nós nós gostamos de tudo que ela faz, ela saboreia cada instante. (E a propósito, o título deste artigo vem de uma de suas canções mais pessoais.)

Não é fácil se abrir tão levemente e mostrar suas emoções quando você tem mais de 23 milhões de seguidores no Instagram, 1,5 milhões no Twitter e mais de 15 milhões de ouvintes por mês no Spotify. Sabrina Carpenter percebeu que quer se conectar com seus fãs em um nível mais profundo; também, procura preencher qualquer vazio que eles podem ter e ser aquela amiga que canta o que eles sentem. Você pode pensar que essa celebridade é mais simples do que você pode imaginar, e é. “Todos tinham uma superenergia linda, fizemos muito em pouco tempo e adorei a locação tão retrô ”, me fala sobre a sessão de fotos que você vê neste artigo. Para conhecer mais sobre a Sabrina, você não precisa apenas assistir seus filmes ou ouvir suas músicas, ela é como um livro aberto que deseja ser explorado.

Ela mudou desde quem começou suas primeiras apresentações em Lehigh Valley, Pensilvânia, mas sua essência ainda está latente: “Eu cresci lá, longe de tudo, então usei minha imaginação para criar o que realmente não existia. Fazia trabalhos em meu jardim, cantava e até gravava curtas-metragens com minhas irmãs. Os verões eram lindos, eu morava no bosque em uma parte muito tranquila, e às vezes ainda procuro essa energia pacífica. Foi um ótimo lugar para crescer, e fiz isso com minhas duas irmãs; Elas são minhas melhores amigas, vivíamos juntas o tempo todo, tudo era mais emocionante com aquelas duas cópias de mim. Sempre juntas, dançando, com um vínculo muito real ”. Como uma adulta, agora com 21 anos, Sabrina foi influenciada por muitas mulheres como suas irmãs, que lhe mostraram a irmandade e como elas estarão lá em todos os momentos de sua vida.

Não há um momento específico em que ela descobriu que amava música, quando ela era bem pequena ela cantava antes de aprender a falar, “minha primeira lembrança sobre isso foi querer estar no meu show de talentos da escola primária; aos cinco anos eu estava determinada que amava ser uma garota e ser capaz de entreter um grupo de pessoas. Meus pais tocaram as musicas mais incríveis, eles me apoiaram muito. Eles me levaram para ter aulas, a música sempre me rodeou ”. Sabrina nos conta suas experiências com um toque de nostalgia, mesmo quando pensa sobre os trabalhos que mudaram o caminho de sua carreira: “Um dos meus elencos favoritos foi o do filme ‘Work It’, da Netflix, era meu sonho fazer um filme no qual eu dançasse. Parecia que eu estava no acampamento de verão. Todo mundo foi incrível, atuar é divertido, mesmo que seu papel seja muito mais sério, você sai da sua personalidade e entra em outra ”.

Um dos personagens que lançou Sabrina ao estrelato foi sua participação como Maya Hart na série original do Disney Channel, Girl Meets World, de 2014 a 2017. “A primeira vez que trabalhei com a Disney eu tinha 4 anos e então interpretei Maya aos 12, eu acho, é o sonho de qualquer criança. Em um ponto eu sentia que era Maya na vida real, tão ousada, sem medo, que me permitiu ser muito mais aventureira e não tendo freios ao me ver como alguém barulhenta ou extravagante. Eu aprendi muito com ela “.

Sabrina já foi dubladora em vários filmes e cantar tornou-se em um colete salva-vidas para ela. “Tem hora em que eu sinto que não tenho energia e cantar ou compor me fez crescer como pessoa, e também estar mais segura de mim mesma. Quanto mais experimento, mais quero levá-la para um música. Quando criança, tentei manter um diário, Eu abandonaria e pegaria um ano depois, e quando eu escrevi meu primeiro álbum foi como finalmente sair escrevendo o que estava acontecendo comigo ”.  Sem dúvida a música tem sido um trampolim para Sabrina, que em 2014 assinou com a Hollywood Records e lançou seu EP, “Can’t Blame A Girl for Trying” e este ano, assinou com a Island Records, lançando sua primeira música com a gravadora, “Skin”, em 22 de janeiro de 2021.

Ano passado em termos de criatividade foi difícil para ela: “Todos nós passamos momentos lá em cima e outros lá embaixo, minha cabeça estava cheia de ideias. A vida é curta, vamos parar de levar tudo tão a sério e fazer tudo perfeito. No final do dia, o que importa é que quando você ouve minhas músicas, elas transmitam o amor que tenho pelos meus fãs ”.

Musicalmente ela evoluiu muito, escreveu canções de amor aos treze anos e, claro, sua visão da vida era limitada: “Agora eu tenho tantas camadas, raízes e conexões com a música que me ajudou a sair dos momentos mais difíceis da minha vida. É a mesma coisa que pretendo alcançar, que meu os fãs tenham uma melodia para acompanhá-los quando ninguém mais o fizer. Por exemplo, com ‘Before I Had Love’, experimentei coisas que me fizeram entender por que as pessoas eram obcecadas com o amor, antes eu só me concentrava na minha carreira. Agora eu sei que as emoções fazem com que você sinta mais profundamente e veja tudo mais pessoal. Quero que todas as minhas melodias sejam reais, tem horas que o processo é diferente, mas eu só quero que minha música transmita, que as pessoas se sintam de uma determinada maneira quando me ouvirem. Em paz, triste, feliz, tanto faz, que eu esteja lá acompanhando eles e eles se identifiquem comigo em um momento ”.

No verão de 2020, Sabrina fez brevemente o papel de Cady Heron na peça Mean Girls, da Broadway, que infelizmente foi cancelada devido à pandemia. “Foi um desafio e foi uma época incrível, me ensinou do que sou capaz. Sou fã do filme e que ele tenha sido meu o primeiro personagem na Broadway foi perfeito. ” Sabrina também estreou como produtora do filme Work It, ela me diz que gostaria até de ter sua própria empresa. E sobre aas mulheres que são o seu exemplo, são muitas: “Todos sabem que a número um é Cristina Aguilera, assista a ela cantar ‘Sunday Kind of Love’ e você vai se apaixonar. Eu também adoro Rihanna, Beyoncé, Adele, Taylor Swift, mulheres poderosas que têm uma carreira especial e isso me inspira a segui-las ”.

Este ano Sabrina tem muitos lançamentos musicais, então ative suas notificações de sua conta do Instagram.

REVISTAS E JORNAIS | MAGAZINES AND NEWSPAPERS > 2021 > INSTYLE MEXICO
ENSAIOS FOTOGRAFICOS | PHOTOSHOOTS > 2021 > KAT IRLIN

 

11
ago
20

COSMOPOLITAN: Sabrina Carpenter quer que você saiba exatamente quem ela é

Na tarde dessa segunda-feira (10), a revista americana Cosmopolitan publicou uma entrevista com Sabrina Carpenter, onde elas falam sobre a vida durante a quarentena e o novo projeto da atriz, o filme Work It (Dançarina Imperfeita), da Netflix. Também foi publicado no YouTube um vídeo, no qual Sabrina ensina como tirar fotos em polaroids. Logo abaixo, você pode conferir toda a matéria traduzida, assim como o vídeo e o ensaio fotográfico, realizado por Sarah Carpenter, clicando nas miniaturas:

ENSAIOS FOTOGRAFICOS | PHOTOSHOOTS > 2020 > COSMOPOLITAN

 

Sabrina Carpenter quer que você saiba exatamente quem ela é agora — Crescida pra c******

A garota de 21 anos é uma ameaça quádrupla (atora, cantora, dançarina e produtora, muito obrigada) realmente quer acabar com a “palavra com D”.

 

Sabrina Carpenter está falando sobre seu armário, e eu estou ficando enjoada. Não, não estamos em um carro – estamos no Zoom, já ouviu falar? Ela está girando em um balanço em seu quarto, o laptop apoiado em suas mãos. Não, não esse tipo de balanço. Pense mais no tipo que você talvez tivesse no seu quintal quando criança: madeira, em forma de octógono, uma corda enorme passando pelo meio.
Tecnicamente, a jovem de 21 anos graduada do canal Disney que se tornou uma atriz adulta está me dando um grande tour por sua humilde morada, tudo em 360 graus. “É um truque de festa muito, muito divertido”, diz ela enquanto continua a girar em torno do ponto central.
Caso você estivesse se perguntando (eu estava), o balanço em questão nunca caiu do teto (perguntei). “É algo que encomendei da Urban Outfitters por, tipo, US $ 50”, ela me conta. “Eu realmente não uso com muita frequência, mas todo mundo que vem aqui usa, então é mais para eles”.
O quarto – que fica dentro da casa que ela possui em Los Angeles, muito obrigada – é basicamente a coleção “Interiores” do Instagram de qualquer adolescente de 21 anos que ganha vida. Há uma lareira em um canto. Um recanto aconchegante onde ela pode ouvir suas músicas, completo com um sofá e um piano elétrico onde ela pode fazer sua própria música. (“Se você estivesse aqui, eu teria tocado uma música”, ela me diz.) Uma mesa preta em um canto, aparentemente apenas para exibir seu livro de mesa de centro da Rihanna.
Sabrina parece o tipo de garota que está sempre cercada de gente. Amigos que vêm usar aquele balanço, ou sentam com ela e ouvem aquelas músicas, ou a veem fazer covers no piano elétrico no outro canto. Há um amigo no canto, na verdade, mais ou menos: um recorte de papelão da amiga e co-estrela de Sabrina, Liza Koshy. Liza deu a Sabrina em seu aniversário, porque o que o quarto de todas as meninas precisa é uma réplica em tamanho real de sua melhor amiga. Especialmente agora, em meio a essa pandemia global, quando se divertir é apenas uma lembrança.
Porém, Sabrina está se divertindo. Escrevendo muita música, o que tem sido um “salva-vidas”, organizando sua vida literal e figurativamente ao se livrar de coisas físicas e também mentais, correr, ler e basicamente fazer tudo o que você pode fazer sem sair do lugar.
“Eu sabia o que era uma pandemia, mas não sabia até que ponto isso aconteceria para todos nós”, diz ela. “E acho que trouxe muita reflexão para todos.”
Uma coisa em que ela tem refletido: ela estava em duas apresentações estrelando como Cady Heron em Mean Girls na Broadway quando toda a Broadway fechou abruptamente. Com muito, muito pouco aviso, ela teve que deixar Nova York e voltar para casa em Los Angeles para a quarentena. Ela diz que não pode reclamar, dado tudo o mais que está acontecendo no mundo, mas “isso era um sonho meu desde que me lembro. Sinceramente, não pensei que chegaria à Broadway antes dos 30 anos ”.
E também havia todas as outras coisas que aconteceram enquanto ela estava lidando com a pandemia. Seu avô faleceu em abril, o que significa que sua avó foi morar com ela e sua família. Ela fez 21 anos em maio e comemorar um aniversário importante na quarentena trouxe sua própria onda de sentimentos. Então, julho marcou o aniversário de um ano da morte de seu amigo Cameron Boyce. Portanto, todas as coisas que já teriam sido incrivelmente difíceis de enfrentar se tornaram ainda mais difíceis quando adicionadas a uma crise global de saúde. Basicamente, ela está passando por muita coisa.
“É uma sensação louca e avassaladora”, diz Sabrina, lentamente e com ênfase em cada palavra. “É como se tivéssemos que voltar ao básico agora, apenas para as coisas essenciais que nos fazem sentir amados e felizes. Não nos distraímos com todas as coisas do mundo e todas as coisas legais que podemos fazer. Somos muito forçados a ver a realidade agora. ”
Parte dessa realidade, para Sabrina, inclui trabalho, e durante a pandemia houve muito menos que o normal. Ela diz que fica um pouco maluca sempre que não está sendo produtiva, então, nos últimos meses, seus gerentes mandaram mensagens de texto regularmente para se certificar de que ela estava bem em seus dias pouco ocupados. Ter uma rotina é importante para ela. Ela ainda faz seus aquecimentos na Broadway todos os dias, como se fosse voltar amanhã, embora ela não vá.
É por isso que ela está tão animada em promover seu novo filme Work It, que é a razão pela qual estamos fazendo zoom. Isso dá a ela aquela sensação de normalidade que ela anseia agora. Ela interpreta Quinn, uma adolescente trabalhando duro para entrar em sua faculdade dos sonhos. Então, o recrutador Duke com quem ela está entrevistando diz que ela precisa de um gancho mais único para superar todas as outras crianças que também são incrivelmente inteligentes, incrivelmente motivadas e incrivelmente envolvidas em atividades extracurriculares. Toque música dramática.
Quinn decide criar seu próprio time de dança para se destacar dos outros candidatos. É deliciosamente irônico porque Sabrina, que dança desde antes de começar a atuar, e tem os vídeos do YouTube para provar isso, teve que fingir ser uma péssima dançarina durante mais da metade do filme para conseguir fazer funcionar. “Dançar mal pode ser mais difícil do que dançar bem”, ela ri.
Pense em Work It como o Step Up da Geração Z, com um elenco que reflete muito mais a aparência de nosso país. Koshy, Jordan Fisher e Keiynan Lonsdale completam os papéis principais e parece um filme cheio de descobertas de talentos – só se você não tem prestado atenção no YouTube, Instagram ou TikTok nos últimos três anos. Sabrina é incrivelmente divertida de assistir. Ela dá a Quinn o tipo de transformação que vai te lembrar dos filmes adolescentes dos anos 90 que te enchem de sensações nostálgicas, mesmo que você fosse, hum, um bebêzinho nos anos 90.
Sabrina também foi a produtora executiva do filme, sobre o que, a princípio, ela foi cética. Ela não sabia exatamente o quanto teria permissão para fazer, mas acabou tendo “muita” contribuição sobre os personagens e a música do filme, e isso criou um ambiente onde todos sentiam que tinham uma voz. “É por isso que houve tantas risadas no set, porque era um ambiente muito divertido, colaborativo e não estressante, o que é raro em muitos cenários”, diz ela. Antes que você pergunte, ela não disse sobre qual cenário ela estava lançando esse shade sutil, mas conhecendo Hollywood, ela provavelmente experimentou mais de um.
Isso é provavelmente porque ela atua desde os 11 anos e tem mais créditos na tela do que você pode contar. (E não se esqueça dos quatro álbuns que ela lançou.) Ela conhece a indústria intimamente. E para uma garota que teve seu primeiro grande sucesso profissional na Disney (ou como ela chama, “A palavra com D”) pode ser difícil se livrar do estigma que vem por ser uma atriz mirim.
A ideia de que as pessoas pensariam nela como menos talentosa, ou menos merecedora, ou menos digna, ou menos o que seja, porque ela estava em um programa feito para crianças que por acaso era distribuído por uma determinada plataforma é o que a incomoda. Ela provavelmente receberá comentários sobre isso pelo resto da vida, ela me disse. As pessoas a encurralam. Mas projetos como este, onde ela não é apenas uma presença na frente da câmera, mas também atrás dela, tomando decisões em cada etapa do caminho, definitivamente ajudam.
Aquela reflexão que ela mencionou antes? É aqui que ela entra. Nos últimos meses, ficar quase sempre sozinha no lar que ela criou para si mesma, a fez pensar sobre o que ela deseja em seguida. Ela espera que os fãs possam vê-la como ela é agora. Tipo, a verdadeira ela, a ela adulta.
“Quem eu sou hoje é quem eu sou”, diz ela. “E acho que é uma mentalidade muito mais saudável. Basta estar com as pessoas como elas são naquele momento e apreciá-las por quem são naquele momento. ”
Pode levar um tempo para o mundo e seus fãs entenderem quem ela é agora. Mas até então, você provavelmente pode encontrá-la naquele balanço do quarto, uma dica da felicidade despreocupada da infância em um lugar muito adulto.

20
ago
18

FOTOS & VÍDEOS: Sabrina Carpenter comparece ao Hot 100 Music Festival!

Postado por
Marcadores: Show, Vídeos

Sabrina Carpenter se apresentou na tarde deste domingo, 19, a segunda edição do “Hot 100 Music Festival“, organizado pela revista norte-americana Billboard. A atriz e cantora tirou fotos com fãs, se apresentou com suas músicas e também fez cover de “Why’d You Only Call Me When You’re High?”, da banda britânica Arctic Monkeys.

Confira logo abaixo mais de 50 fotos em HQ da cantora no evento e a setlist + vídeos das performances:

> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2018 > 19/08 – BILLBOARD HOT 100 FESTIVAL 2018 EM WANTAGH, NY

  • Thumbs
  • 1 | 2 | 3
  • Feels Like Loneliness
  • 1 | 2 | 3
  • Hands
  • 1 | 2 | 3
  • On Purpose
  • 1 | 2 | 3
  • First Love
  • 1 | 2 | 3
  • Why’d You Only Call Me When You’re High? (Arctic Monkeys)
  • 1 | 2 | 3
  • Almost Love
  • 1 | 2 | 3
  • Run And Hide
  • 1 | 2 | 3
  • Smoke And Fire
  • 1 | 2 | 3
11
jul
18

Sabrina Carpenter comparece à edição de 2018 do Radio Disney Music Awards

Postado por
Marcadores: Disney, Evento, Vídeos

Aconteceu no dia 22 de Junho, a edição deste ano do Radio Disney Music Awards, uma premiação anual organizada pela Radio Disney e pela Disney Channel dos Estados Unidos, que aconteceu no Microsoft Theater em Los Angeles. Na premiação, Sabrina Carpenter posou para os fotógrafos no tapete vermelho, concorria na categoria “XOXO – Best Crush Song“, com “Why”, mas acabou perdendo para Ed Sheeran, com “Perfect”, além de ter anunciando o vencedor de uma das categorias. Sem mais delongas, confira as fotos e os vídeos abaixo:

> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2018 > 22/06 – RADIO DISNEY MUSIC AWARDS EM LOS ANGELES, CA – RED CARPET
> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2018 > 22/06 – RADIO DISNEY MUSIC AWARDS EM LOS ANGELES, CA – BACKSTAGE
> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2018 > 22/06 – RADIO DISNEY MUSIC AWARDS EM LOS ANGELES, CA – STAGE

 

05
jun
18

FOTOS & VÍDEOS: Sabrina Carpenter no Wango Tango 2018!

Postado por
Marcadores: Evento, Música, Show, Vídeos

No último sábado (02 de junho) Sabrina marcou presença do Wango Tango. Ela apresentou com exclusividade seu novo single “Almost Love” que estréia amanhã (06) nas principais plataformas digitais. Confira abaixo fotos e vídeos do evento:

> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 02/06 – KIIS FM WANGO TANGO VILLAGE NO THE IHEARTRADIO WANGO TANGO BY AT&T – PRÉ-SHOW
> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2018 > 02/06 – 2018 IHEARTRADIO WANGO TANGO BY AT&T NA BANC OF CALIFORNIA STADIUM EM LOS ANGELES, CA – BACKSTAGE
> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2018 > 02/06 – 2018 IHEARTRADIO WANGO TANGO BY AT&T NA BANC OF CALIFORNIA STADIUM EM LOS ANGELES, CA – SHOW
> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2018 > 02/06 – 2018 IHEARTRADIO WANGO TANGO BY AT&T NA BANC OF CALIFORNIA STADIUM EM LOS ANGELES, CA – BLUE CARPET

30
dez
17

Tudo sobre a passagem de Sabrina Carpenter no Brasil!

Em 27 de Junho de 2017, Sabrina Carpenter, sua família e sua equipe desembarcaram em solo brasileiro para as apresentações no show de abertura da Dangerous Woman Tour. Além de se apresentar, Sabrina foi convidada pela grife “John John Denim” para promover a nova coleção summer preview da marca. Foram 5 dias que marcaram a vida de vários Carpenters brasileiros e, principalmente, os integrantes da nossa equipe. Reunimos todas nossas lembranças e experiências para fazer esse mega post (que demorou pra sair eu sei poxa) e compartilhar com vocês fotos, momentos, informações e videos de toda essa maratona RJ-SP que nos enlouqueceu (de verdade).

Chegaram ao Rio de Janeiro aproximadamente 8:35 da manhã. E quem ficou achando que Sabrina chegaria com cara de sono e exausta da viagem se enganou. Eram oito e meia da manhã e Sabrina estava maquiada, de SALTO ALTO e com um sorriso de orelha à orelha. Natália – Integrante da equipe – nos contou que os seguranças mandaram ela e os outros fãs ficarem em um espaço relativamente longe do portão onde Sabrina sairia e mesmo assim, ela praticamente foi correndo atender a todos.

> SABRINA NO BRASIL > 2017 > 27/08 – CHEGANDO AO AEROPORTO GALEÃO – RIO DE JANEIRO

Depois dessa primeira euforia. Sabrina e sua equipe foram para o hotel Grand Hyatt na Barra da Tijuca. Sabrina aproveitou para experimentar doces brasileiros e descansar depois da longa viagem.

Apesar de Sabrina não ter aparecido para atender os fãs naquele dia, a noite ela enviou batatas fritas, bolo de chocolate e um recado fofo para os fãs que ficaram o dia todo a sua espera.

No dia 28 de Junho, Mariana – que agora também faz parte da nossa equipe – estava esperando por Sabrina no Hotel com mais uma fã pela manhã, quando ambas foram comprar bebidas no restaurante do hotel, tiveram a ENORME SORTE de encontrar Sabrina, Sarah e Elizabeth por lá. Abaixo deixamos um relato do momento narrado pela Mari:

No dia 28/06, eu cheguei ao hotel Grand Hyatt onde a Sabrina estava hospedada às 8h da manhã, onde encontrei outras pessoas (em grande maioria esperando a Ariana chegar, e só duas esperando pela Sabrina comigo). Quando eram 11h40 da manhã, eu já exausta, morrendo de sede e doida por uma sombra e dei uma fugida dos seguranças da porta mais externa do hotel com uma amiga (olá Rafa), e consegui chegar a porta interna do hotel, onde perguntei onde ficava o restaurante do hotel, me foi indicado e eu entrei.
No restaurante eu pedi um suco, e a minha amiga pediu uma água e ficamos sentadas conversando e desejando muito que a Sabrina descesse pra almoçar, já que já estava perto do horário do almoço. Por fim, quando a água e o suco já tinham acabado faz tempo, desistimos de enrolar no restaurante e estávamos de saída, quando vi aquela coisinha pequena sentada de costas para mim, em um sofá, e a Sarah sentada de frente pra mim na outra extremidade do sofá.
De imediato eu gritei “Sabrina” e ela levantou com um sorrisão no rosto e gritou de volta “OI“, e me deu um abraço super apertado (por sinal, ela é muito cheirosa). Expliquei que eu era parte do grupo de meninas (olá squad) que ficou no hotel por seis horas esperando por ela no dia anterior, que ela mandou os lanchinhos e tudo mais, e ela pediu desculpas por não descer para atender a gente, e que estava muito cansada. Questionei se ela era do meu tamanho, já que sabia que ela era muito baixinha, e ela riu e falou “não, eu estou de saltão, eu estou sempre de saltão“. Pedi para gravar um vídeo para as meninas que estavam lá no dia anterior, e ela ficou toda fofinha falando “e o que eu falo? Qual o nome de todas vocês? Ai, não vou lembrar, chamo de que? De squad?“, ela gravou o vídeo e partimos para as fotos, tiramos fotos, eu fiquei abraçada com ela mais um tempinho, e fui falar com a Sarah. Falei “oi, tirei foto com você ontem” e ela respondeu “eu lembro”, e ai eu expliquei que a foto tinha sumido do meu telefone e a Sabrina fez de longe um “ah não” muito fofinho, aí tirei outra foto com a Sarah, e voltei para a Sabrina, então a minha amiga deu uma bandeira assinada por algumas pessoas para a Sab (não é a que a Sabrina tirou foto, aquela foi dada por outra menina) e a Sab começou a pular e girar com a bandeira e falou “Ah, minha primeira bandeira brasileira, vou usar ela de cobertor hoje” e aí brincamos que não ia esquentar muita coisa e ela falou que não se importava. Conversamos sobre mais algumas coisas aleatórias, e o segurança dela veio avisar que ela precisava ir (ela estava indo para o Parque Lage com a equipe da John John), então ela se despediu com um abraço apertado, e eu disse que iria ao evento da John John e ela disse “te vejo mais tarde então” e foi embora, me largou chorando.

> SABRINA NO BRASIL > 2017 > COM FÃS – RIO DE JANEIRO

Depois disso, Sabrina, Sarah e Elizabeth foram com a equipe da John John para o Parque Lage fazer algumas fotos. Passearam de helicóptero pela cidade e visitaram o Corcovado.

Mais tarde, estávamos em aproximadamente 30 Carpenters em frente a loja da John John no Village Mall onde seria a primeira parada de Sabrina para divulgação da linha summer preview da John John Denim. Naquele dia, todos os fãs que estavam esperando por Sabrina tiveram a chance de conhece-la (inclusive eu).

> SABRINA NO BRASIL > 2017 > 28/06 – JOHN JOHN – RIO DE JANEIRO
> SABRINA NO BRASIL > 2017 > COM FÃS – RIO DE JANEIRO

Evitei fazer uma narrativa pessoal do momento várias vezes porque na verdade eu não lembro de muita coisa e porque ninguém me perguntou sobre tudo, mas vou tentar aqui pra saciar a curiosidade que muitos tem sobre “como é conhecer um artista que você é fã há muito tempo”. Eu tive crises de ansiedade naquele dia e me atrasei demais para me arrumar e ir até ao Village, não tinha muitas esperanças, estou sendo sincera. Então, quando estávamos lá acho que minha ansiedade me cegou, mas eu lembro de alguns pontos importantes é claro.

Primeiro – a emoção de vê-la chegando: Lá estava o pontinho de luz com um enorme salto andando em caminho a John John. Eu não gravei o momento porque estava nervosa (esqueci de fazer muitas coisas, vocês irão notar isso), todos cantamos On Purpose e ela deu uma leve dançadinha, quando ela estava entrando ela se virou e disse pra gente “Vocês são tão fofos” e eu já estava fora de mim (ponto importante: A VOZ DELA PESSOALMENTE É TÃO MAIS LINDA).

Segundo – fiquei admirando ela fazer poses no painel e foi o máximo: Eu fiquei bem em frente a loja, tive visão total do que estava acontecendo (dessa vez eu lembrei de gravar algo mas minha câmera é um lixo então não adiantou de nada).

Terceiro – Sabrina se prontificou a vir cumprimentar a TODOS que estavam lá fora esperando por ela: Ela pediu ao segurança para nos avisar, fizemos o acordo de nos comportar para que todos alí tivessem a oportunidade. Gostaria de agradecer a todos os fãs que estavam na John John do Rio pelo bom comportamento e calma. Como fã sei que é difícil não gritar ou surtar quando vê o ídolo, mas fizemos isso pelo bem de todos e tenho certeza que temos muito a se orgulhar.

Quarto – Ela olhou em meu olhos e agradeceu pelo SCBR: Eu sei que vocês devem saber que Sabrina tem um grande carinho pelo SCBR, esse é o nosso maior orgulho e pagamento pelo que fazemos pelo site há 3/4 anos. Mas ter essa confirmação cara a cara foi algo totalmente novo e animador. Ela me abraçou, senti ela me apertar muito forte e ela cheirava a morango meio cítrico e meio doce (um CHEIRO MARAVILHOSO), me olhou nos olhos e disse algo que eu não lembro porque estava perplexa demais, apontei para meu crachá da equipe pra ela autografar e ela me perguntou “Isso é seu?” duas vezes porque eu não tinha ouvido direito, eu a informei que era da equipe do Sabrina Carpenter Brasil, ela deu um pulo e disse “Oh eu amo seu twitter! Vocês são incríveis ~leve borrão na memória~ muito obrigada! Eu amo tanto vocês!” e eu fiquei com cara de boba (tem uma foto pra comprovar minha cara de boba aqui), em seguida ela me perguntou se eu queria tirar foto e eu apontei para uma fã que estava ao meu lado porque meu celular estava travando (aliás, muito obrigada de novo menina com tiara de unicórnio que tirou minha foto). Foi esse meu momento e depois que ela foi atender a fã ao lado eu fiquei arrependida de não ter pedido outro abraço.

Quinto – Ela REALMENTE se prontificou em atender a todos: Desde as mães de alguns fãs até uma menininha que chegou atrasada da aula de balé e o segurança permitiu que ela entrasse para falar com a Sabrina, que foi super atenciosa com ela claro.

Sexto – Saímos no stories dela: Ta bom, uma parte da qual nós não nos orgulhamos muito foi quando estávamos cantando CBAGFT e Sabrina começou a nos gravar mas nós erramos uma parte da letra e ela riu da nossa cara. Ela não postou aquele vídeo porque a gente errou a letra (talvez). Depois ela nos gravou cantando Thumbs e publicou em seu stories do Instagram.

Sétimo – “Tchau Elizabeth”: Quando Sabrina, Sarah e Elizabeth estavam indo embora da loja, estávamos dizendo adeus citando o nome de Sabrina e Sarah, mas Natália (outra integrante de nossa equipe) gritou “Elizabeth!” e ela (Elizabeth) olhou pra mim e riu porque achou que foi eu que havia gritado, em seguida ela mandou tchau para todos os fãs rindo e isso foi o máximo! 

Essa foi minha narrativa do dia mais feliz da minha vida pra vocês. Espero que tenham gostado

-Mel.

No dia seguinte, 29 de Junho, foi o tão esperando show da Dangerous Woman Tour que Sabrina abriu aqui no Brasil. Postagem sobre o show vocês podem ler aqui.

Pela manhã do dia 30 de Junho, Sabrina e sua equipe estavam no aeroporto Santos Dummond do Rio para viajar a São Paulo.

> SABRINA NO BRASIL > 2017 > COM FÃS – RIO DE JANEIRO

Chegaram ao aeroporto de Congonhas por volta de 12:25 da tarde e, como era de se esperar, havia alguns fãs por lá para recebe-la.

NOTA: Havia muitos stalkers e caça-famosos por lá também, então foi um momento bem tenso para Sabrina e alguns fãs que não conseguiram conhece-la por conta do grande alvoroço que esses stalkers criaram.

> SABRINA NO BRASIL > 2017 > 30/06 – CHEGANDO AO AEROPORTO DE CONGONHAS – SÃO PAULO

Mais tarde, Sabrina foi a loja da John John na Oscar Freire e quatro integrantes da nossa equipe estavam lá enviando. Vocês sabem que não foi como no Rio, eram aproximadamente 300 pessoas em SP, boa parte caça-famosos. As pessoas estavam gritando demais, pode-se notar isso em todos os videos de entrevista que Sabrina gravou dentro da loja.

Danielle, outra de nossas integrantes, conseguiu acesso ao evento. Ela nos enviou algumas fotos e vídeo onde Sabrina enviou um Olá para outros integrantes de nossa equipe e para o site.

Sabrina não pode atender aos fãs que estavam em frente a loja assim como ela fez no Rio por conta do tumulto e do número de pessoas. Mas houve momentos especiais também, como ela ter saído da loja enrolada com a bandeira do Brasil, tem coisa mais linda?

> SABRINA NO BRASIL > 2017 > 30/06 – JOHN JOHN – SÃO PAULO
> SABRINA NO BRASIL > 2017 > COM FÃS – SÃO PAULO

Dia 1 de Julho foi o segundo show da Dangerous Woman Tour no Brasil. Vocês podem ler a postagem sobre o show aqui.

No mesmo dia, Sabrina foi embora do nosso país.

Em diversos momentos, Sabrina disse que voltará ao Brasil “em breve“.

Esse foi o longo e tão esperado post sobre a passagem no Brasil. Demoramos esse tempo todo por dois motivos:

1) Tinha muitas fotos para upar na galeria e mais as novas atualizações do decorrer do ano, nossa equipe não teve tempo e tivemos alguns problemas pessoais ao decorrer do ano que nos impediram de atualizar a galeria com essas fotos. Ainda tem mais fotos e vídeos que não colocamos aqui, mas já está no fim do ano e não podíamos mais enrolar. Agradecemos a todos que enviaram fotos e se tiver mais alguém aí, podem mandar fotos pra gente!

2) Tivemos um problema com o site e ele ficou fora do ar por um bom tempo. Então, agradecemos a compreensão de vocês e paciência durante esse ano.

Caso queiram mais um pouco da nostalgia, aqui está o link com todos os tweets da nossa louca e corrida cobertura da Sabrina no Brasil.

Nós vemos na próxima família Carpenter! Tenham um excelente ano.

Atenciosamente, Equipe do Sabrina Carpenter Brasil.