Sabrina Carpenter Brasil

Bem-vindo à sua primeira e maior fonte de notícias sobre Sabrina Carpenter no Brasil. Estamos aqui para manter vocês informados sobre tudo o que acontece na carreira da Sabrina. Esperamos que aproveitem todo o conteúdo que o site tem a oferecer. Sinta-se livre para comentar nas nossas postagens e visitar nossa galeria. Não esqueça também de nos seguir nas redes sociais para ficar atualizado 24h por dia!
13
ago
20

‪Sabrina Carpenter participa do quadro “‬Song Association” da Elle

Postado por
Marcadores: Música, Sabrina Carpenter, Vídeo, Work It, Youtube

Sabrina Carpenter participou pela primeira vez do famoso quadro “Song Association”, um jogo de associação de palavras do canal da revista americana Elle Magazine, onde o artista convidado tem dez segundos para cantar músicas relacionadas com as palavras recebidas. O vídeo publicado nesta quinta-feira, 13, fez com que ela cantasse músicas de artistas como Ariana Grande, Taylor Swift e The 1975 e, claro, divulgou seu novo single “Let Me Move You”, que faz parte da trilha sonora do filme “Work It” da Netflix. Confira o vídeo completo abaixo:

11
ago
20

COSMOPOLITAN: Sabrina Carpenter quer que você saiba exatamente quem ela é

Na tarde dessa segunda-feira (10), a revista americana Cosmopolitan publicou uma entrevista com Sabrina Carpenter, onde elas falam sobre a vida durante a quarentena e o novo projeto da atriz, o filme Work It (Dançarina Imperfeita), da Netflix. Também foi publicado no YouTube um vídeo, no qual Sabrina ensina como tirar fotos em polaroids. Logo abaixo, você pode conferir toda a matéria traduzida, assim como o vídeo e o ensaio fotográfico, realizado por Sarah Carpenter, clicando nas miniaturas:

ENSAIOS FOTOGRAFICOS | PHOTOSHOOTS > 2020 > COSMOPOLITAN

 

Sabrina Carpenter quer que você saiba exatamente quem ela é agora — Crescida pra c******

A garota de 21 anos é uma ameaça quádrupla (atora, cantora, dançarina e produtora, muito obrigada) realmente quer acabar com a “palavra com D”.

 

Sabrina Carpenter está falando sobre seu armário, e eu estou ficando enjoada. Não, não estamos em um carro – estamos no Zoom, já ouviu falar? Ela está girando em um balanço em seu quarto, o laptop apoiado em suas mãos. Não, não esse tipo de balanço. Pense mais no tipo que você talvez tivesse no seu quintal quando criança: madeira, em forma de octógono, uma corda enorme passando pelo meio.
Tecnicamente, a jovem de 21 anos graduada do canal Disney que se tornou uma atriz adulta está me dando um grande tour por sua humilde morada, tudo em 360 graus. “É um truque de festa muito, muito divertido”, diz ela enquanto continua a girar em torno do ponto central.
Caso você estivesse se perguntando (eu estava), o balanço em questão nunca caiu do teto (perguntei). “É algo que encomendei da Urban Outfitters por, tipo, US $ 50”, ela me conta. “Eu realmente não uso com muita frequência, mas todo mundo que vem aqui usa, então é mais para eles”.
O quarto – que fica dentro da casa que ela possui em Los Angeles, muito obrigada – é basicamente a coleção “Interiores” do Instagram de qualquer adolescente de 21 anos que ganha vida. Há uma lareira em um canto. Um recanto aconchegante onde ela pode ouvir suas músicas, completo com um sofá e um piano elétrico onde ela pode fazer sua própria música. (“Se você estivesse aqui, eu teria tocado uma música”, ela me diz.) Uma mesa preta em um canto, aparentemente apenas para exibir seu livro de mesa de centro da Rihanna.
Sabrina parece o tipo de garota que está sempre cercada de gente. Amigos que vêm usar aquele balanço, ou sentam com ela e ouvem aquelas músicas, ou a veem fazer covers no piano elétrico no outro canto. Há um amigo no canto, na verdade, mais ou menos: um recorte de papelão da amiga e co-estrela de Sabrina, Liza Koshy. Liza deu a Sabrina em seu aniversário, porque o que o quarto de todas as meninas precisa é uma réplica em tamanho real de sua melhor amiga. Especialmente agora, em meio a essa pandemia global, quando se divertir é apenas uma lembrança.
Porém, Sabrina está se divertindo. Escrevendo muita música, o que tem sido um “salva-vidas”, organizando sua vida literal e figurativamente ao se livrar de coisas físicas e também mentais, correr, ler e basicamente fazer tudo o que você pode fazer sem sair do lugar.
“Eu sabia o que era uma pandemia, mas não sabia até que ponto isso aconteceria para todos nós”, diz ela. “E acho que trouxe muita reflexão para todos.”
Uma coisa em que ela tem refletido: ela estava em duas apresentações estrelando como Cady Heron em Mean Girls na Broadway quando toda a Broadway fechou abruptamente. Com muito, muito pouco aviso, ela teve que deixar Nova York e voltar para casa em Los Angeles para a quarentena. Ela diz que não pode reclamar, dado tudo o mais que está acontecendo no mundo, mas “isso era um sonho meu desde que me lembro. Sinceramente, não pensei que chegaria à Broadway antes dos 30 anos ”.
E também havia todas as outras coisas que aconteceram enquanto ela estava lidando com a pandemia. Seu avô faleceu em abril, o que significa que sua avó foi morar com ela e sua família. Ela fez 21 anos em maio e comemorar um aniversário importante na quarentena trouxe sua própria onda de sentimentos. Então, julho marcou o aniversário de um ano da morte de seu amigo Cameron Boyce. Portanto, todas as coisas que já teriam sido incrivelmente difíceis de enfrentar se tornaram ainda mais difíceis quando adicionadas a uma crise global de saúde. Basicamente, ela está passando por muita coisa.
“É uma sensação louca e avassaladora”, diz Sabrina, lentamente e com ênfase em cada palavra. “É como se tivéssemos que voltar ao básico agora, apenas para as coisas essenciais que nos fazem sentir amados e felizes. Não nos distraímos com todas as coisas do mundo e todas as coisas legais que podemos fazer. Somos muito forçados a ver a realidade agora. ”
Parte dessa realidade, para Sabrina, inclui trabalho, e durante a pandemia houve muito menos que o normal. Ela diz que fica um pouco maluca sempre que não está sendo produtiva, então, nos últimos meses, seus gerentes mandaram mensagens de texto regularmente para se certificar de que ela estava bem em seus dias pouco ocupados. Ter uma rotina é importante para ela. Ela ainda faz seus aquecimentos na Broadway todos os dias, como se fosse voltar amanhã, embora ela não vá.
É por isso que ela está tão animada em promover seu novo filme Work It, que é a razão pela qual estamos fazendo zoom. Isso dá a ela aquela sensação de normalidade que ela anseia agora. Ela interpreta Quinn, uma adolescente trabalhando duro para entrar em sua faculdade dos sonhos. Então, o recrutador Duke com quem ela está entrevistando diz que ela precisa de um gancho mais único para superar todas as outras crianças que também são incrivelmente inteligentes, incrivelmente motivadas e incrivelmente envolvidas em atividades extracurriculares. Toque música dramática.
Quinn decide criar seu próprio time de dança para se destacar dos outros candidatos. É deliciosamente irônico porque Sabrina, que dança desde antes de começar a atuar, e tem os vídeos do YouTube para provar isso, teve que fingir ser uma péssima dançarina durante mais da metade do filme para conseguir fazer funcionar. “Dançar mal pode ser mais difícil do que dançar bem”, ela ri.
Pense em Work It como o Step Up da Geração Z, com um elenco que reflete muito mais a aparência de nosso país. Koshy, Jordan Fisher e Keiynan Lonsdale completam os papéis principais e parece um filme cheio de descobertas de talentos – só se você não tem prestado atenção no YouTube, Instagram ou TikTok nos últimos três anos. Sabrina é incrivelmente divertida de assistir. Ela dá a Quinn o tipo de transformação que vai te lembrar dos filmes adolescentes dos anos 90 que te enchem de sensações nostálgicas, mesmo que você fosse, hum, um bebêzinho nos anos 90.
Sabrina também foi a produtora executiva do filme, sobre o que, a princípio, ela foi cética. Ela não sabia exatamente o quanto teria permissão para fazer, mas acabou tendo “muita” contribuição sobre os personagens e a música do filme, e isso criou um ambiente onde todos sentiam que tinham uma voz. “É por isso que houve tantas risadas no set, porque era um ambiente muito divertido, colaborativo e não estressante, o que é raro em muitos cenários”, diz ela. Antes que você pergunte, ela não disse sobre qual cenário ela estava lançando esse shade sutil, mas conhecendo Hollywood, ela provavelmente experimentou mais de um.
Isso é provavelmente porque ela atua desde os 11 anos e tem mais créditos na tela do que você pode contar. (E não se esqueça dos quatro álbuns que ela lançou.) Ela conhece a indústria intimamente. E para uma garota que teve seu primeiro grande sucesso profissional na Disney (ou como ela chama, “A palavra com D”) pode ser difícil se livrar do estigma que vem por ser uma atriz mirim.
A ideia de que as pessoas pensariam nela como menos talentosa, ou menos merecedora, ou menos digna, ou menos o que seja, porque ela estava em um programa feito para crianças que por acaso era distribuído por uma determinada plataforma é o que a incomoda. Ela provavelmente receberá comentários sobre isso pelo resto da vida, ela me disse. As pessoas a encurralam. Mas projetos como este, onde ela não é apenas uma presença na frente da câmera, mas também atrás dela, tomando decisões em cada etapa do caminho, definitivamente ajudam.
Aquela reflexão que ela mencionou antes? É aqui que ela entra. Nos últimos meses, ficar quase sempre sozinha no lar que ela criou para si mesma, a fez pensar sobre o que ela deseja em seguida. Ela espera que os fãs possam vê-la como ela é agora. Tipo, a verdadeira ela, a ela adulta.
“Quem eu sou hoje é quem eu sou”, diz ela. “E acho que é uma mentalidade muito mais saudável. Basta estar com as pessoas como elas são naquele momento e apreciá-las por quem são naquele momento. ”
Pode levar um tempo para o mundo e seus fãs entenderem quem ela é agora. Mas até então, você provavelmente pode encontrá-la naquele balanço do quarto, uma dica da felicidade despreocupada da infância em um lugar muito adulto.

26
maio
20

Sabrina Carpenter cantará música original em “Royalties” nova série do Quibi

Royalties, nova série do Quibi co-escrita e produzida por Darren Criss, teve o seu primeiro trailer divulgado na tarde desta terça-feira, 26, revelando diversas participações especiais de personalidades famosas no mundo da música vivendo pop stars fictícios, incluindo a Sabrina Carpenter. A prévia mostra o cotidiano de uma dupla de compositores, Pierce (Criss) e Sara (Kether Donohue), navegando pelos desafios de criar músicas incríveis todas as semanas. Confira o trailer abaixo e as stiils em nossa galeria:

> FILMES E SÉRIES | MOVIES & SERIES > SÉRIES DE TV | TV SERIES > ROYALTIES (2020) > STILLS

A série, que contará com 10 episódios e tem estreia marcada para 1º de junho no Quibi, terá uma trilha sonora composta de musicas originais, entre elas “Perfect Song”, gravada por Carpenter. A lista de músicas da trilha sonora da série, que conta com todas as participações da 1ª temporada, pode ser conferida abaixo:

This is a Theme Song – Darren Criss, Kether Donohue, Royalties Cast

Just That Good – Rufus Wainwright, Royalties Cast

Break It In – Lil Rel Howery, KingJet, Royalties Cast

Let Your Hair Down – Bonnie McKee, Royalties Cast

Kick Your Shoes Off – Bonnie McKee, Royalties Cast

Mighty As Kong – Mark Hamill, Royalties Cast

I Am So Much Better Than You At Everything – Darren Criss, Royalties Cast

Make You Come True – Jordan Fisher, Royalties Cast

Prizefighter – Julianne Hough, Royalties Cast

Also You – Jackie Tohn, Darren Criss, Royalties Cast

I Hate That I Need You – Jennifer Coolidge, Nive, Darren Criss, Royalties Cast

Perfect Song – Sabrina Carpenter, Royalties Cast

O Quibi é uma plataforma de streaming cuja proposta é entregar produções com episódios entre 7 e 10 minutos. O nome do serviço é uma abreviação da expressão quick bites, ou “porções rápidas” em tradução livre. 

11
maio
20

Sabrina Carpenter faz performance de “Your Mother and Mine” em especial da Disney

Postado por
Marcadores: Disney, Música, Sabrina Carpenter, Vídeo

Na noite deste domingo, 10 de maio, foi transmitido a segunda edição do “The Disney Family Singalong”, especial de Dia das Mães da Disney em parceria com a emissora norte-americana ABC, que trouxe grandes artistas performando músicas clássicas da Disney diretamente de suas casas. O objetivo do programa era trazer entretenimento neste período de quarentena, além de angariar doações para o combate ao coronavírus.

Sabrina Carpenter performou o clássico do “Peter Pan” de 1953, “Your Mother and Mine”, com o famoso pianista chinês, Lang Lang. Sem mais delongas, confira o vídeo abaixo:

29
ago
19

Netflix divulga trailer e pôster de “Tall Girl”

Netflix divulgou nesta quinta-feira, 29, o primeiro trailer e pôster de “Tall Girl” (no Brasil, Crush à Altura), longa estrelado por Ava Michelle, Sabrina Carpenter, Anjelika Washington, Griffin Gluck e Luke Eisner. Confira-o trailer logo abaixo, seguido de sua sinopse, pôster e capturas em alta qualidade:

Jodi (Ava Michelle) sempre foi a garota mais alta da escola – e sempre se sentiu desconfortável com isso. Depois de dar uma guinada na vida por 16 anos e ser ridicularizada por colegas de classe, Jodi conhece Stig (Luke Eisner), um estudante de intercâmbio vindo da Suíça tão alto quanto ela. A nova paixão de Jodi vira seu mundo de cabeça para baixo e a lança em um triângulo amoroso, mas com a ajuda de seus melhores amigos (Griffin Gluck, Anjelika Washington) e de sua rainha da beleza Harper (Sabrina Carpenter), Jodi percebe que ela é muito mais do que suas inseguranças sobre sua aparência a levaram a acreditar. Tall Girl, o primeiro longa-metragem da diretora Nzingha Stewart, é uma história sincera e hilária de amadurecimento sobre encontrar a confiança necessária para parar de se curvar e ficar de pé.

O longa chegará na plataforma de streaming no dia 13 de setembro.

> FILMES E SÉRIES | MOVIES & SERIES > FILMES | MOVIES > TALL GIRL (2019) > TRAILER # > CAPTURAS
> FILMES E SÉRIES | MOVIES & SERIES > FILMES | MOVIES > TALL GIRL (2019) > PÔSTER
> FILMES E SÉRIES | MOVIES & SERIES > FILMES | MOVIES > TALL GIRL (2019) > PROMOCIONAL
07
jul
19

Sabrina Carpenter se apresenta no Summer Concert Series do Good Morning America

Na manhã desta sexta-feira, 05, Sabrina Carpenter subiu ao palco do “Good Morning America” para performar no “Summer Concert Series”, evento anual que o programa nova-iorquino realiza no Central Park em Nova Iorque.

No programa, antes de iniciar suas performances, Sabrina teve uma pequena conversa com Amy Robach, uma das jornalistas do programa, onde falou sobre uma possível parceria com a cantora Miley Cyrus, e confirmou que já está escrevendo seu quinto álbum, sendo assim o último (se Deus quiser🙏) com o selo da gravadora Hollywood Records.

Em seguida, Sabrina performou “In My Bed”, “Sue Me”, “Why”, “Paris” e “On My Way” que contou com a participação do DJ Alan Walker. Confira abaixo todas as fotos e vídeos do programa:

> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2019 > 05/07 – GOOD MORNING AMERICA EM NOVA YORK, NY – SOUNDCHECK
> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2019 > 05/07 – GOOD MORNING AMERICA EM NOVA YORK, NY – PERFORMANCE
> APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2019 > 05/07 – GOOD MORNING AMERICA EM NOVA YORK, NY – BACKSTAGE
> FOTOS DE FÃS | FAN PHOTOS > 2019 > 05/07 – GOOD MORNING AMERICA EM NOVA YORK, NY – JULHO