Sabrina Carpenter Brasil

Bem-vindo à sua primeira e maior fonte de notícias sobre Sabrina Carpenter no Brasil. Estamos aqui para manter vocês informados sobre tudo o que acontece na carreira da Sabrina. Esperamos que aproveitem todo o conteúdo que o site tem a oferecer. Sinta-se livre para comentar nas nossas postagens e visitar nossa galeria. Não esqueça também de nos seguir nas redes sociais para ficar atualizado 24h por dia!
13
jun
20

Variety publica review de “The Short History of the Long Road”

O afetivo filme rodoviário de Ani Simon-Kennedy se assemelha com o convencional “Sem Rastros”, carregado por uma comovente Sabrina Carpenter como uma adolescente na periferia.

Uma história aconchegante e afetiva sobre viver fora da grade, “The Short History of the Long Road” começa com uma imagem pacífica de uma jovem mulher, cujas fechaduras flutuam sobre as águas ensolaradas da piscina. Mas sua serenidade é interrompida por seu pai antes que ela consiga imergir completamente na calmaria do momento. E em breve, a hora chega para a dupla ir a estrada novamente em sua RV vintage, nem dando tempo da adolescente terminar seu cachorro quente, feito em uma churrasqueira suja que já viu dias melhores.

Com uma economia narrativa surpreendente – e um boost da faixa flutuante “Come Along” de Maurice Williams – essa breve abertura para a escritora-diretora Ani Simon-Kennedy (Days Of Grey) torna inequívoco que a casa vazia que o pai e a filha acabaram de aproveitar não pertence a eles e essas interrupções são comuns na vida de Nola (cantora-atriz Sabrina Carpenter, mostrando um lado diferente de seus talentos após “The Hate U Give”). Evidentemente criada na estrada por seu pai Clint (Steven Ogg), que assina um ponto de vista livre em desacordo com as normas comuns de estabilidade. Nola acompanha a existência errante que lhe foi atribuída, mas involuntariamente, certamente não sem uma pitada de protesto. Nesse sentido, a bem-educada e autossuficiente Nola, dotara especialmente em mecânica de carros como o seu pai, poderia ser uma irmã espiritual do personagem de Thomasin McKenzie em “Sem Rastros”, de Debra Granik, outra ode cinematográfica despretensiosa para aqueles que vivem nas margens de alto risco da civilização americana.

Estreando em drive-ins selecionados em 12 de junho (e disponível em VOD no dia 16 de julho), o filme relativamente mais popular de Simon-Kennedy não é tão profundo quanto o exercício filosófico de Granik que desafia as instituições capitalistas – nem é tão devastador como “Meu amigo Pete” de Andrew Haigh, um estudo igualmente crítico de Americana, visto através dos olhos de um adolescente sem-teto. Ainda assim, “The Short History of the Long Road” demonstra com habilidade que ele tem o coração fixado nas mesmas investigações sociais em torno de classe, insegurança financeira e a ideia de de construir uma família com pessoas afins.

Por um curto tempo, essas noções parecem um pouco diluídas e nebulosas, enquanto Nola e Clint flutuam de um lugar para o outro sem se preocupar, tiram vantagem de propriedades abandonadas, ganham o que podem (às vezes, com pequenos furtos) e assistem um filme ou dois quando há oportunidade. Mas quando a tragédia ocorre e Nola se vê sozinha com nada além de seu trailer quebrado, as prioridades sociais e políticas de Simon-Kennedy surgem imediatamente.

Ainda assim, a cineasta decide manter o filme bastante calmo e leve, sem grande picos dramáticos. Ao longo, uma série de prestadores de serviços prestativos entram e saem da vida de Nola, enquanto a tranquila cinematografia de Cailin Yatsko captura majestosamente as vastas vistas ensolaradas do Novo México. Mas essa ausência de peso palpável, felizmente não ocorre à custa do respeito e do realismo. Simon-Kennedy permanece tomando cuidado para não adoçar ou romantizar as condições sombrias que Nola enfrenta quando procura determinadamente por sua mãe em Albuquerque – passando noites como ocupante em casas abandonadas, se livrando com sorte de situações inseguras, roubando lanchonetes e lojas quando não há opções, e assim por diante. Ao longo do caminho, o bom samaritano Marcie, de Rusty Schwimmer, abre suas portas para Nola, apenas para se revelar como uma fanática religiosa mais tarde. Emtão, quase milagrosamente, o bem-humorado e dono de uma carroçaria Miguel, de Dany Trejo, acolhe a jovem sob sua ala de proteção, dando a Nola um emprego, pelo qual ele oferece a ela um lugar para ficar e conserta sua van em troca.

Enquanto a introdução da mãe biológica de Nola, Cheryl (Maggie Siff), uma mulher trabalhadora e sem interesse em maternidade, dá ao filme nômade algum senso de direção, pouco faz para fortalecer o poder emocional da história. Da mesma forma, o filme carece de algo a mais do que uma amizade feminina aleatória na qual Nola embarca com uma garota local enquanto mora na garagem de Miguel. Ainda assim, há substância suficiente para impulsionar “The Short History of the Long Road” adiante através de suas pequenas curvas e lombadas. Acima de tudo, é o desempenho restrito de Carpenter e seu ar de sabedoria, permeando a tela com uma qualidade astutamente íntima, da qual é difícil se afastar.

15
Maio
20

“Clouds” será lançado exclusivamente no Disney+

Postado por
Marcadores: Clouds, Disney, Filme, Matéria, Sabrina Carpenter

Na tarde desta quinta-feira, 14, foi anunciado que o filme “Clouds”, estrelado por Sabrina Carpenter e Fin Argus, será lançado exclusivamente na plataforma de streaming da Disney, o Disney+. O longa tem sua estreia prevista para o outono norte-americano, entre setembro e dezembro de 2020.

Dirigido por Justin Baldoni (“A Cinco Passos de Você”, série de TV “Jane the Virgin”) e baseado no livro “Fly a Little Higher”, de Laura Sobiech, o filme conta a emocionante história de Zach Sobiech, um adolescente de 17 anos que, ao ser diagnosticado com um câncer ósseo raro, decide enfrentar sua doença através da música. Abaixo, você confere a primeira imagem promocional de Sabrina como Sammy Brown e, também, a matéria traduzida:

> FILMES E SÉRIES | MOVIES & SERIES > FILMES | MOVIES > CLOUDS (2020) > STILLS

Disney+ anunciou hoje que o filme comovente e inspirador “Clouds” irá estrear exclusivamente na plataforma de streaming nesse outono. O filme, que recentemente completou a produção em Montreal, é baseado no livro de memórias Fly a Little Higher de Laura Sobiech, mãe de Zach Sobiech. Dirigido e produzido por Justin Baldoni (“Five Feet Apart”), o projeto é a primeira aquisição de filme narrativo do time Disney + Global Content e será disponível exclusivamente em todos os mercados da Disney+.

“Clouds” é a verdadeira história de Zach Sobiech, um menino musicalmente talentoso de 17 anos com um câncer ósseo raro (osteosarcoma). O filme segue a jornada de Zach através da conclusão de seu último ano enquanto ele navega nas complexidades do amor, amizade, família e deixar para trás um legado musical. O filme estrela Fin Argus (Brat’s “Total Eclipse”) como Zach Sobiech, Sabrina Carpenter (“The Hate U Give”) como sua melhor amiga e colega de Sammy, Madison Iseman (“Annabelle Comes Home,” “Jumanji: Welcome to the Jungle”) como a namorada de Zach Amy, Thomas Everett Scott (“13 Reasons Why,” “La La Land”) e Neve Campbell (“Skyscraper,” “House of Cards”) como seus pais, Laura e Rob.

“Eu me apaixonei pelo infeccioso espírito e alegria de Zach há sete anos quando eu fiz um pequeno documentário sobre sua vida. Logo antes de ele falecer, eu prometi a ele que faria o que eu pudesse para me certificar de que o mundo ouviria sua música,” disse Baldoni “Na era do COVID-19, com o futuro do negócio do teatro aos ares, foi extremamente importante para mim garantir que a mensagem de esperança, fé e triunfo de Zach no meio da adversidade verdadeiramente tenha a oportunidade de tocar o máximo de corações possíveis ao redor do mundo. É por isso que estou muito animado em estar me unindo com Disney+ para meu primeiro filme no Wayfarer Studios, como é a perfeita casa e plataforma para trazer a história incrível de Zach para o mundo.” “Justin criou um comovente e edificante tributo para Zach, cuja história nos mostra o poder de otimismo, música e conexão humana,” disse Ricky Strauss, presidente de Conteúdo & Marketing, Disney+. “Como nosso time procura o mundo para histórias que entretém e inspiram, “Clouds” é um encaixe fantástico para Disney+ e nossa audiência global..”

“Clouds” é uma produção Mad Chance/La Scala Films Production, co-financiada por Wayfarer Studios, e produzida por Andrew Lazar, Justin Baldoni para Wayfarer Studios e Casey La Scala. Steve Sarowitz, Wendy S. Williams e Cate Adams também são produtores executivos, e Ben Simpson é um co-produtor. Endeavor Content e Wayfarer Studios intermediaram os acordos do filme.. Justin Baldoni é representado pela WME.

Fonte

25
abr
20

ELLE Magazine elege “Honeymoon Fades” como uma das melhores músicas de amor de 2020

Postado por
Marcadores: Matéria, Música, Sabrina Carpenter

Essa semana, o site da revista ELLE Magazine publicou uma matéria com as 10 melhores músicas de amor lançadas em 2020. Na lista, Sabrina aparece em 10º lugar com seu single Honeymon Fades. Confira o que foi dito da faixa:

10. Sabrina Carpenter, “Honeymoon Fades”

O que acontece quando as borboletas da fase da lua de mel termina? Sabrina Carpenter não quer descobrir. “Honeymoon Fades” é uma carta para seu amor, com Carpenter expressando que, embora o relacionamento tenha sido inesperado, ela espera que nunca perca a faísca.

Fonte: Elle Magazine

13
mar
20

Devido à crise de Coronavírus, Broadway suspende Mean Girls e outras atrações musicais

Postado por
Marcadores: Matéria, Mean Girls, Sabrina Carpenter

Foi noticiado pela imprensa americana que Mean Girls e outras atrações musicais da Broadway serão suspensas a partir de hoje, 12 de março, devido ao surto global de coronavírus. As apresentações estão com retorno previsto para 13 de Abril.

“Nossa principal prioridade sempre foi e continuará sendo a saúde e o bem estar do público que frequenta os teatros da Broadway e das pessoas que trabalham na indústria do teatro diariamente, incluindo atores, músicos e outros profissionais dedicados”, disse a presidente da Broadway League, Charlotte St. Martin.

Sabrina Carpenter, que havia se apresentado apenas dois dias no musical lamentou o ocorrido em suas redes sociais e pediu para os fãs se cuidarem.

“Manterei vocês atualizados sobre futuras informações sobre minha participação em @MeanGirlsBway 💔

“Fiquem seguros e com seus entes queridos”

12
set
19

Billboard inclui Sabrina Carpenter na lista dos 21 melhores jovens artistas da geração

Postado por
Marcadores: Matéria, Música, Sabrina Carpenter

Sabrina Carpenter entrou em 14º lugar na lista do “21 Under 21” desse ano — ranking anual da Billboard dos mais importantes artistas jovens, independente do gênero. O ranking mostra 21 artistas com menos de 21 anos, com curtas carreiras ainda e os aponta como a nova geração de estrelas.

1. Billie Eilish, 17

2. Lil Nas X, 20

3. Juice WRLD, 20

4. Lil Pump, 19

5. Chloe X Halle, 21, 19

6. Lil Tecca, 17

7. Mason Ramsey, 12

8. Bhad Bhabie, 16

9. Christian Nodal, 20

10. Daya, 20

11. Why Don’t We, 18-21

12. Noah Cyrus, 19

13. NCT Dream, 17-19

14. Sabrina Carpenter, 20

15. King Princess, 20

16. PRETTYMUCH, 19-22

17. Grace VanderWaal, 15

18. Willow Smith, 18

19. Manuel Turizo, 19

20. Snail Mail, 20

21. Paloma Mami, 19

Esta é a 4° vez que a cantora e atriz entra no ranking.

Fonte.

12
set
19

Sabrina Carpenter está em negociações para estrelar drama sobre Zach Sobiech

Postado por
Marcadores: Clouds, Filme, Matéria, Sabrina Carpenter

Ela não para! De acordo o Hollywood Reporter, Sabrina Carpenter está em negociação para estrelar o drama “Clouds” ao lado de Steffan “Fin” Argus e Madison Iseman. O filme é baseado em fatos reais e conta a história de Zach Sobiech, um garoto que, ao ser diagnosticado com um câncer ósseo, decide enfrentar sua doença através da música. O longa será dirigido por Justin Baldoni de “Five Feet Apart” (2019) e as gravações começam no mês de Outubro em Montreal, no Canadá. Confira abaixo a tradução completa da matéria publicada pelo site:

O drama adolescente “Clouds” de Justin Baldoni encontra suas estrelas

Steffan “Fin” Argus assinou seu contrato enquanto Madison Iseman de ‘Annabelle Comes Home’ e a antiga estrela do Disney Channel Sabrina Carpenter estão negociando para se juntar à ele.

Steffan “Fin” Argus, Madison Iseman, e Sabrina Carpenter apanharam papéis principais no projeto, que começa a ser gravado em Outubro em Montreal.

Justin Baldoni está de volta no modo tragédia animadora, na verdadeira história de Zach Sobiech, um garoto no ensino médio que é diagnosticado com um câncer raro de ossos. Sobiech encarou a doença se virando para a música, escrevendo “Clouds”, uma música que viralizou e chegou ao No. 1 no iTunes.

O projeto é baseado no memorando Fly a Little Higher, escrito pela mãe de Sobiech, Laura Sobiech.

Carpenter, que também é uma cantora e lançou um álbum esse verão, será a melhor amiga de Sobiech, com quem ele escreve músicas.

O projeto é destinado a ter um componente musical principal.

Andrew Lazar está produzindo através de seu banner de Mad Chance junto com Benjamin Simpson. Também produzindo estão Baldoni e Casey La Scala.

O drama será inspirado no livro Fly a Little Higher, escrito pela mãe de Zach, Laura Sobiech, que ficou conhecido por sua música “Clouds”, que atingiu o topo do iTunes.